Notícias

Advocacia se mobiliza contra fechamento de Vara Itinerante no Bico do Papagaio

08/08/2017 22h27 - Atualizado em 11/08/2017 21h25
Créditos: Divulgação
Advogadas e advogados em Araguatins após reunião que debateu problema de fechamento da Vara do Trabalho

Advogados de Araguatins, Augustinópolis, Esperantina, Buriti, São Sebastião, Sampaio, Carrasco Bonito, Luzinópolis, São Miguel, Cachoerinha, Praia Norte, Augustinópolis, Itaguatins, Axixá, Sítio Novo e São Bento entre outras cidades do Bico do Papagaio estão mobilizados contra fechamento da Vara Itinerante do Trabalho na Comarca de Araguatins. Nesta segunda-feira, 7 de agosto, os advogados e advogadas da região se reuniram na sede da OAB de Araguatins para debater o tema e fechar uma mobilização contra essa medida da Justiça do Trabalho.

Embora ainda não oficializada, o fechamento da vara já é um indicativo concreto. Neste ano, por exemplo, a Justiça do Trabalho já suspendeu todas as audiências de agosto a novembro. “Estamos mobilizando todos os colegas, a subseção da OAB de Araguatins e a Seccional da OAB-TO para que isso não ocorra”, ressaltou a presidente da OAB Araguatins, Cristiane Aparecida de Carvalho Costa, ao completar que o fim da Justiça do Trabalho no Bico do Papagaio é altamente prejudicial tanto para os reclamantes, quanto para os reclamados.

A Vara do Trabalho mais próxima do Bico do Papagaio é em Araguaína. A cidade fica a mais de 400 quilômetros de algumas das cidades da região, o que complica a vida de todos na localidade. “A OAB-TO considera absurdo o que está ocorrendo. O país tem centenas de gastos a cortar e deixar as pessoas sem justiça não pode ser uma opção”, salientou o presidente da OAB-TO, Walter Ohofugi.

Nas cidades do Bico do Papagaio, vivem mais de 220 mil habitantes, conforme estimativa do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística).