Notícias

Com participação da OAB-TO, Semana da Diversidade é encerrada em evento

07/08/2017 13h37 - Atualizado em 08/08/2017 14h01
Créditos: Divulgação

Com organização da Associação da Diversidade Sexual do Tocantins, apoio do governo do Estado, por meio da Secretaria da Cidadania e Justiça, e da OAB-TO (Ordem dos Advogados do Brasil no Tocantins), a Semana da Diversidade Sexual do Tocantins foi encerrada com atendimentos e orientações jurídicas e atrações artísticas que reuniram aproximadamente seis mil pessoas na Praia da Graciosa, em Palmas, neste domingo, 06 de agosto, para a 14° Parada da Diversidade do Estado.
Com concentração às 16h, a população LGBT, bem como demais interessados, puderam tirar suas dúvidas relacionadas ao casamento gay, novas composições familiares e direitos LGBT com servidores da Defensoria Pública do Estado e OAB-TO que fizeram atendimentos abertos no evento.

Além disso, a logística da Parada Diversidade mudou neste ano, sendo fixa na Praia, para garantir acessibilidade às pessoas com deficiência. Após a concentração, o palco foi espaço de apresentar as reivindicações da comunidade LGBT para a população e maneiras de combater a LGBTfobia no Estado, com ações integradas dos órgãos públicos e participação ativa da sociedade civil. Várias apresentações da noite, a maioria de pessoas LGBT, também tiveram um viés político e trouxeram uma reflexão acerca do preconceito ainda existente no Tocantins e da necessidade de visibilidade.

Para a presidente da Comissão da Diversidade Sexual da OAB-TO, Karol Chaves, a instituição cumpriu o seu papel junto à sociedade, apoiando todos os movimentos sociais. “As pessoas LGBT merecem respeito e reconhecimento. Esta população também constitui família, as pessoas trans têm direito a serem chamadas pelo seu nome social e a Comissão de Diversidade Sexual da OAB está à disposição destas pessoas na luta por direitos e dignidade”, frisou.

A Banda Babado Novo, de carreira nacional, foi responsável por fechar o evento e animar a população. Eles se apresentaram por quase duas horas e divertiram as pessoas presentes, além de também mostrar a importância da visibilidade LGBT.

“Me sinto lisonjeado por ter tido essa oportunidade de representar e ajudar a promover um evento que mostre a importância da visibilidade para a população LGBT do Estado. Foi difícil mas com as parcerias que tivemos, tanto dos órgãos públicos como Governo do estado, IFTO, Defensoria, OAB e Prefeitura de Palmas como da sociedade civil, mostramos que somos capazes de vencer qualquer barreira através do diálogo e mostrar que o amor, sem distinção de gênero, é essencial para formarmos um mundo melhor e mais tolerante”, disse Fagner Vassarelly, vice-presidente da Associação da Diversidade do Tocantins e membro da Comissão Organizadora da Semana.

Miss LGBT
No sábado, 5 de agosto, ocorreu o Miss LGBT, no bar Serreal, localizado na região norte de Palmas. Foram votados nomes para representarem todas as composições da comunidade LGBT e darem visibilidade ao seguimento, sendo uma lésbica, um gay, um homem e uma mulher bissexual, bem como um homem e uma mulher trans.

Priscila Parrião de Miranda é a nova Miss Bissexual do Estado e explicou a importância da visibilidade LGBT no Estado e de eventos como esse que fomentam isso. “É bom poder mostrar que ser bissexual não é uma questão de indecisão, mas de amar todas as pessoas, sem distinção e de qualquer maneira. O tema da semana “Somos Todos Família” também vem para mostrar que também pensamos nisso e que podemos constituir família com casais homossexuais ou não. Além disso, a visibilidade é importante, por isso é necessário que eventos assim possam ser mais divulgados e de maneira mais intensa”, completou.

Com quatro categorias, sendo levados em consideração os quesitos performance e simpatia, também foram escolhidos como Miss Gay o Matheus Linnyker, Milene Wermuth como Miss Lésbica, Dudu Moreno como Miss Bissexual e Valeska Berlusconi agora representa a beleza e visibilidade das Drags do Tocantins como Miss Transsexual.

Semana
O objetivo da Semana da Diversidade Sexual é priorizar as temáticas de sexualidade e de gênero e proporcionar espaços de discussão e conhecimentos sobre as especificidades da população LGBT. A abertura oficial contou com palestra sobre “Direto, Diversidade e as Novas Composições Familiares”, ministrada pela especialista em Constitucional e vice-presidente da Comissão de Defesa dos Direitos da Criança e do Adolescente da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB/TO), Nayara Ayres, a qual também é membro da Comissão de Direitos Humanos. Também houve Simpósio na Ulbra, participação em um evento de Enfermagem da Universidade Federal do Tocantins e o Concurso Miss LGBT.

A Comissão Organizadora da Semana de Diversidade Sexual foi composta por representantes da Secretaria de Estado da Cidadania e Justiça (Seciju), Associação das Travestis e Transexuais do Tocantins (Atrato), Prefeitura Municipal de Palmas, Instituto Equidade do Tocantins, além da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB/TO), Movimento Universitário da Diversidade Afetivo Sexual da Universidade Federal do Tocantins e Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Tocantins (IFTO). (Da Assessoria de Comunicação da Secretaria de Cidadania e Justiça)